20/02/2024

Universitária Salesiana Representa o Brasil nos EUA

Universitária Salesiana Representa o Brasil nos EUA
Foto: Arquivo pessoal de Caroline de Souza

A aluna do 5º semestre de Engenharia de Computação do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL), Caroline de Souza, leva projeto inovador para Las Vegas. O “Doe Vida” é um aplicativo para auxiliar e incentivar a doação de sangue que foi aprovado para apresentação na Conferência Mundial da Society of Women Engineers - SWE (Sociedade de Mulheres Engenheiras), que acontece nos dias 23 e 24 de fevereiro deste ano.

Aos 20 anos, Caroline, que é natural de Paulínia (SP), se destaca por sua criatividade e compromisso com a área de tecnologia.

Abaixo, confira a entrevista completa com a futura engenheira:

 

UNISAL News: Conte-nos um pouco sobre o projeto “Doe Vida”.

Caroline Souza: O “Doe Vida” é um aplicativo que visa facilitar e incentivar a doação de sangue. A ideia surgiu após pesquisa que revelou que apenas 1,4% da população brasileira doa sangue regularmente. O aplicativo busca reverter os principais motivos que impedem as pessoas de doar, como falta de informação e tempo. O projeto foi iniciado como TCC no meu Técnico em Informática no CEMEP e segue sendo desenvolvido como Projeto Integrador com meus colegas de equipe (Eduardo Franco, Gustavo Cantador, Gustavo Roncada e Mateus Marques) do UNISAL.

 

UNISAL News: Quais são suas expectativas para o evento em Las Vegas?

Caroline Souza: Minhas expectativas são as melhores. Estou superanimada e tenho certeza que será uma oportunidade única para apresentar o projeto para um público global e aprender com outros profissionais da área.

 

UNISAL News: Como a participação na Conferência Mundial da SWE pode contribuir para seu crescimento profissional?

Caroline Souza: A participação me permitirá apresentar o “Doe Vida” para um público mais amplo, além de ser uma grande oportunidade de networking e desenvolvimento profissional. As palestras e dinâmicas da conferência me auxiliarão a aprimorar meus conhecimentos e habilidades na área de tecnologia.

 

UNISAL News: Qual a importância da representatividade feminina na área de Tecnologia?

Caroline Souza: As áreas de Engenharia e Tecnologia são majoritariamente masculinas e a representatividade feminina é importante para estimular o interesse de meninas e mulheres nesses campos. A participação de mulheres em eventos como a Conferência Mundial da SWE demonstra que somos capazes de contribuir significativamente para o desenvolvimento da tecnologia.

 

UNISAL News: Em 2023, você e algumas colegas fundaram a primeira filial da SWE em Campinas. Como a formação acadêmica no UNISAL e o apoio dos professores contribuem para sua carreira?

Caroline Souza: O UNISAL me proporcionou uma formação sólida e completa em Engenharia de Computação. Os professores são extremamente qualificados e sempre dispostos a ajudar os alunos. O apoio da Instituição e dos meus colegas foi fundamental para o desenvolvimento do projeto “Doe Vida” e para a fundação da filial da SWE em Campinas.

 

UNISAL News: Que mensagem você deixa para as futuras engenheiras de computação?

Caroline Souza: Acreditem em seu potencial e nunca desistam dos seus sonhos. A área de tecnologia precisa de mais mulheres como você!

Para saber mais sobre o evento, clique aqui.

Fonte: Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL) / Texto: Renata Moraes / Fotos: Arquivo pessoal de Caroline de Souza

Mais Recentes

UniSales recebe prêmio de Inovação Semesp

O Centro Universitário Salesiano (UniSales), de Vitória (ES), foi reconhecido com o primeiro lugar no Prêmio de Inovação no Ensino Superior “Prof. Gabriel Mário Rodrigues”, organizado pelo Semesp, entidade que representa mantenedoras de ensino superior do Brasil. O UniSales foi premiado pelo projeto “Jornada Socioemocional: Aplicativo WEB de avaliação do desenvolvimento de soft skills no ensino superior”, que apresentou o desenvolvimento de um aplicativo que possibilita a avaliação de competências socioemocionais dos acadêmicos do UniSales. Por meio do aplicativo, os estudantes poderão acompanhar e avaliar o desenvolvimento de suas capacidades socioemocionais durante a graduação, possibilitando o desenvolvimento das soft skils tão valorizadas no mercado de trabalho moderno. Para a Reitora do UniSales, Profa. Dra. Carmen Luiza, o resultado certifica que o modelo pedagógico do UniSales e a valorização da formação de competências socioeducacionais estão alinhadas com as necessidades reconhecidas para a educação e para o mercado de trabalho. “Entendemos que no mercado de trabalho, não são só as competências técnicas que são requeridas, mas principalmente as competências socioemocionais. Esse prêmio, para nós, é um reconhecimento que afirma que estamos muito alinhados e enxergando as necessidades da formação superior”, destacou. A reitora comentou ainda que a premiação reforça a necessidade e cria a perspectiva de novas iniciativas que preparem as habilidades socioemocionais dos estudantes. “Esse reconhecimento nos faz enxergar a possibilidades de caminhos ainda mais transformadores, sobre o que é possível entregar para inovar a estrutura dos desenvolvimentos socioemocionais na instituição”, afirmou Carmen. O Professor e Pró-Reitor acadêmico do UniSales, Alexandre Cardoso Aranzedo, elaborou a metodologia que embasa o aplicativo. Reconhecendo a importância do ecossistema relacionado ao Semesp, que tem atuado amplamente na elaboração e acompanhamento das iniciativas voltadas para inovação em educação no Brasil e no mundo, Alexandre apontou que a metodologia responde à uma necessidade de desenvolvimento de habilidades socioemocionais que, atualmente, são parte das grandes necessidades do mercado, como apontado em diversos estudos como o Future of Jobs Report 2023, do World Economic Forum. “Nós somos uma instituição formadora de profissionais para esse mercado que, há quase cinco anos, reconhecemos essa necessidade e mudamos a proposta pedagógica para formar profissionais que desenvolvem, além das habilidades técnicas necessárias, as habilidades socioemocionais”, explicou Alexandre. AVALIAÇÃO DA JORNADA SOCIOEMOCIONAL Para além de reconhecer essa importância, a metodologia da jornada socioemocional deu tangibilidade a esse desenvolvimento de competências socioemocionais. A jornada prevê momentos de autoavaliação, avaliação do estudante pelos pares e a avaliação dos grupos em que ele se insere, todas em sigilo, minimizando as possibilidades de avaliação contaminada por constrangimentos. As avaliações estão divididas em dez macro competências. A metodologia foi desenvolvida pelo Pró-Reitor Acadêmico, Psicólogo e Professor do UniSales, Alexandre Cardoso Aranzedo, e pela professora do curso de Psicologia do UniSales, Christyne Gomes Toledo. O aplicativo foi desenvolvido pelo Coordenador dos cursos da área de Tecnologia do UniSales, Marcelo Albuquerque Schuster, juntamente com os estudantes do curso, por meio da Fábrica de Software. PRÊMIO PROF. GABRIEL MÁRIO RODRIGUES O Prêmio de Inovação no Ensino Superior “Prof. Gabriel Mário Rodrigues” foi criado pelo Semesp para reconhecer profissionais que trabalham em prol da inovação da educação superior brasileira e é um reconhecimento ao Prof. Gabriel Mário Rodrigues, notável pioneiro da educação e um dos principais responsáveis pela posição de relevância alcançada pelo sistema educacional superior privado no país. Durante sua trajetória como mantenedor e dirigente de entidades representativas do ensino superior privado brasileiro, o homenageado sempre mostrou enorme preocupação e aguda sensibilidade com a ampliação dos horizontes e o aperfeiçoamento do sistema educacional superior privado, por meio da adoção de melhorias contínuas e soluções inéditas para a dinâmica e as competências do ambiente acadêmico. A premiação, que contou com a parceria do Consórcio STHEM Brasil, aconteceu no dia 27 de junho de 2024, durante o Seminário “O Admirável Futuro do Ensino Superior”. Fonte: Inspetoria São João Bosco / Foto: Centro Universitário Salesiano (UniSales), Vitória (ES)

UCDB recebe o prêmio Ipê Amarelo de Meio Ambiente

Projeto Ceippam e Projeto Takakura são reconhecidos no II Prêmio Ipê Amarelo de Meio Ambiente concedido pela CREA-MS

UniSALESIANO envia livros para Aldeia Meruri

O curso de Pedagogia do UniSALESIANO – Lins enviou mais de 1.000 livros para fortalecer a formação de professores e a educação na Aldeia Meruri, em Mato Grosso

Receba as novidades no seu e-mail

Somos Rede
O futuro que você merece

Siga a RSB nas redes sociais:

2024 © Rede Salesiana Brasil